Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

SIRENEJUD: novas funcionalidades a serviço do meio ambiente

  • 15 de agosto de 2022

Técnicos em Meio Ambiente e Técnicos em Agrimensura podem se beneficiar das novas funcionalidades do sistema

Técnicos em Meio Ambiente e Técnicos em Agrimensura podem se beneficiar das novas funcionalidades do sistema

Desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o painel interativo SIRENEJUD é uma espécie de “observatório do meio ambiente”, pois compila informações e permite aos usuários visualizar dados sobre violações ambientais, como poluição, desmatamento, garimpo e uso ilegal da terra, incêndios florestais e outros crimes previstos em lei aplicados contra a natureza.

Mais duas funcionalidades foram incorporadas ao sistema no dia 9 de agosto de 2022 por ocasião do Observatório do Meio Ambiente e das Mudanças Climáticas – reunião que envolve representantes de órgãos públicos, sociedade civil e organizações internacionais que trabalham com questões ambientais – transmitido ao vivo pelo canal do CNJ no YouTube: Relatórios Geográficos e Relatórios de Sobreposição de Área.

Os relatórios geográficos são originários de cruzamentos entre os alertas de desmatamento e os polígonos de terras indígenas e unidades de conservação; e, segundo o ministro Luiz Fux, atual presidente do CNJ, “a ferramenta permite identificar e ranquear as áreas mais atingidas por desmatamentos, sendo possível a consulta por cada estado. Por sua vez, os Relatórios de Sobreposição de Área disponibilizam e identificam eventuais inconsistências nos polígonos autodeclarados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), permitindo verificar sobreposições em unidades de conservação, terras indígenas e terras quilombolas. “Destaco a relevância dessas ferramentas, que podem ser acessadas por especialistas e pela sociedade civil, no monitoramento das questões ambientais e da transparência dos dados”, disse o ministro por ocasião do lançamento.

Daiana Romanini e João Batista dos Reis, respectivamente Técnica em Meio Ambiente e Técnico em Agrimensura, modalidades de profissionais beneficiadas

E os Técnicos Industriais – Essencialmente, duas modalidades de profissionais técnicos podem se beneficiar dessas novas funcionalidades do SIRENEJUD: os Técnicos em Agrimensura, cujas atribuições são definidas pela Resolução CFT nº 089/2019 e, principalmente, os Técnicos em Meio Ambiente, com atribuições esclarecidas pela Resolução CFT nº 110/2020. “O painel permite visualizar dados sobre violações ambientais com cruzamento de dados e georreferenciamento, identificando áreas de proteção ambiental, municípios com maior incidência de desmatamento, informações sobre terras indígenas e quilombos, entre outras informações; também são gerados alertas para auxiliar o diagnóstico de violações ambientais, aprimorando a tomada de decisão referente ao tema”, relata a Técnica em Meio Ambiente Daiana Romanini, proprietária de uma empresa de controle de pragas que presta serviços para outra empresa do ramo que, por sua vez, atende várias indústrias e multinacionais do setor de alimentos. “Esse acervo de informações permitirá ainda o cruzamento de dados geoespaciais, e a produção de relatórios de inteligência para a atuação estratégica e eficaz do Poder Judiciário na tutela do meio ambiente”, acrescenta a também conselheira, que está sempre se atualizando para o exercício de sua profissão.

Para João Batista dos Reis, o SIRENEJUD facilita muito o trabalho dos profissionais envolvidos, sobretudo no que tange a levantamentos topográficos relacionados a focos e áreas degradadas por incêndios, desmatamentos e outros acidentes naturais. “Isso exige georreferenciamento – previsto na Resolução CFT nº 089/2019 –, além de voos com drones e levantamentos por meio de equipamentos topográficos; enfim, os mapas disponibilizados pelo SIRENEJUD são de grande contribuição para nós que atuamos diariamente nessas atividades”, conclui o Técnico em Agrimensura. Ele também foi
reeleito conselheiro regional pelo CRT-SP.

Para saber mais sobre o SIRENEJUD, clique aqui.

Últimas notícias

Utilidade Pública: Eleições 2022

Lembre-se de que o voto é a mais importante ferramenta de transformação social                        …
Ler mais...

CRT-SP participa da Semana do Técnico Industrial do Sistema CFT/CRT

Principal evento do calendário técnico tem palestra de abertura com Gabriel Chalita, apresentação de projetos inovadores de sucesso e homenagens emocionantes a profissionais técnicos de…
Ler mais...

Ensino técnico garante emprego em Sumaré

Com agência de emprego própria, unidade do Grau Técnico de Sumaré abre portas do mercado de trabalho aos alunos Leia a…
Ler mais...

SIRENEJUD: novas funcionalidades a serviço do meio ambiente

  • 15 de agosto de 2022

Técnicos em Meio Ambiente e Técnicos em Agrimensura podem se beneficiar das novas funcionalidades do sistema

Técnicos em Meio Ambiente e Técnicos em Agrimensura podem se beneficiar das novas funcionalidades do sistema

Desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o painel interativo SIRENEJUD é uma espécie de “observatório do meio ambiente”, pois compila informações e permite aos usuários visualizar dados sobre violações ambientais, como poluição, desmatamento, garimpo e uso ilegal da terra, incêndios florestais e outros crimes previstos em lei aplicados contra a natureza.

Mais duas funcionalidades foram incorporadas ao sistema no dia 9 de agosto de 2022 por ocasião do Observatório do Meio Ambiente e das Mudanças Climáticas – reunião que envolve representantes de órgãos públicos, sociedade civil e organizações internacionais que trabalham com questões ambientais – transmitido ao vivo pelo canal do CNJ no YouTube: Relatórios Geográficos e Relatórios de Sobreposição de Área.

Os relatórios geográficos são originários de cruzamentos entre os alertas de desmatamento e os polígonos de terras indígenas e unidades de conservação; e, segundo o ministro Luiz Fux, atual presidente do CNJ, “a ferramenta permite identificar e ranquear as áreas mais atingidas por desmatamentos, sendo possível a consulta por cada estado. Por sua vez, os Relatórios de Sobreposição de Área disponibilizam e identificam eventuais inconsistências nos polígonos autodeclarados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), permitindo verificar sobreposições em unidades de conservação, terras indígenas e terras quilombolas. “Destaco a relevância dessas ferramentas, que podem ser acessadas por especialistas e pela sociedade civil, no monitoramento das questões ambientais e da transparência dos dados”, disse o ministro por ocasião do lançamento.

Daiana Romanini e João Batista dos Reis, respectivamente Técnica em Meio Ambiente e Técnico em Agrimensura, modalidades de profissionais beneficiadas

E os Técnicos Industriais – Essencialmente, duas modalidades de profissionais técnicos podem se beneficiar dessas novas funcionalidades do SIRENEJUD: os Técnicos em Agrimensura, cujas atribuições são definidas pela Resolução CFT nº 089/2019 e, principalmente, os Técnicos em Meio Ambiente, com atribuições esclarecidas pela Resolução CFT nº 110/2020. “O painel permite visualizar dados sobre violações ambientais com cruzamento de dados e georreferenciamento, identificando áreas de proteção ambiental, municípios com maior incidência de desmatamento, informações sobre terras indígenas e quilombos, entre outras informações; também são gerados alertas para auxiliar o diagnóstico de violações ambientais, aprimorando a tomada de decisão referente ao tema”, relata a Técnica em Meio Ambiente Daiana Romanini, proprietária de uma empresa de controle de pragas que presta serviços para outra empresa do ramo que, por sua vez, atende várias indústrias e multinacionais do setor de alimentos. “Esse acervo de informações permitirá ainda o cruzamento de dados geoespaciais, e a produção de relatórios de inteligência para a atuação estratégica e eficaz do Poder Judiciário na tutela do meio ambiente”, acrescenta a também conselheira, que está sempre se atualizando para o exercício de sua profissão.

Para João Batista dos Reis, o SIRENEJUD facilita muito o trabalho dos profissionais envolvidos, sobretudo no que tange a levantamentos topográficos relacionados a focos e áreas degradadas por incêndios, desmatamentos e outros acidentes naturais. “Isso exige georreferenciamento – previsto na Resolução CFT nº 089/2019 –, além de voos com drones e levantamentos por meio de equipamentos topográficos; enfim, os mapas disponibilizados pelo SIRENEJUD são de grande contribuição para nós que atuamos diariamente nessas atividades”, conclui o Técnico em Agrimensura. Ele também foi
reeleito conselheiro regional pelo CRT-SP.

Para saber mais sobre o SIRENEJUD, clique aqui.

Últimas notícias

Utilidade Pública: Eleições 2022

Lembre-se de que o voto é a mais importante ferramenta de transformação social                        …
Ler mais...

CRT-SP participa da Semana do Técnico Industrial do Sistema CFT/CRT

Principal evento do calendário técnico tem palestra de abertura com Gabriel Chalita, apresentação de projetos inovadores de sucesso e homenagens emocionantes a profissionais técnicos de…
Ler mais...

Ensino técnico garante emprego em Sumaré

Com agência de emprego própria, unidade do Grau Técnico de Sumaré abre portas do mercado de trabalho aos alunos Leia a…
Ler mais...