Notícias

SINCETI: curso de capacitação da equipe do CRT-SP

  • 13 de dezembro de 2019

Colaboradores do CRT-SP que atuam no atendimento e fiscalização participam de curso de capacitação para operacionalização do sistema

 

Presidente do CRT-SP dá as boas-vindas aos ministradores e deseja um bom curso aos participantes

 

Entre os dias 9 e 13 de dezembro de 2019, diversos colaboradores do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) participaram de um curso de capacitação para operacionalização do Sistema de Informação dos Conselhos de Técnicos Industriais (SINCETI), disponibilizado através do Centro de Serviços Compartilhados dos Conselhos de Técnicos Industriais (CSC-CT). Antes do início dos trabalhos o presidente do CRT-SP, Gilberto Takao Sakamoto deu as boas-vindas aos ministradores e desejou um bom curso a todos; e, diretamente de Brasília, no decorrer das atividades o presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), Wilson Wanderlei Vieira, ressaltou a importância dos trabalhos realizados regionalmente para o fortalecimento do Sistema CFT/CRT.

Em relação à gerência operacional, especialmente quanto à equipe de atendimento já ambientada com o sistema, o conteúdo do curso abrangeu aspectos como registro de pessoa física e jurídica; emissão, baixa e cancelamento de Termo de Responsabilidade Técnica (TRT); TRT Derivado – oriundos da autarquia anterior –; TRT Extemporâneo – emitido fora dos prazos estabelecidos –; TRT Múltiplo Mensal – modalidade facultada ao profissional que executa obras ou serviços rotineiramente –; TRT de Cargo ou Função; Certidão de Acervo Técnico (CAT); registro de estrangeiro e/ou diplomado no exterior, com a devida análise documental; relatórios gerenciais; e discussões gerais.

Quanto à fiscalização o curso trouxe conteúdos como: utilização do módulo de fiscalização e denúncias; orientação para autos de infração; georreferenciamento de TRT – coordenadas de latitude e longitude para a localização da obra ou serviço –; geração de relatórios de fiscalização; detalhamento do Plano Nacional de Fiscalização Integrada (PNFI); verificação e orientação quanto à utilização do módulo de fiscalização e das resoluções baixadas pelo CFT; e discussões gerais.

Na avaliação do gerente operacional Adalto Pinto, foi uma troca de experiências, uma vez que o CRT-SP conseguiu transmitir informações importantes ao CFT e vice-versa.

 

Comentar