Notícias

Segunda-feira, 13 de setembro de 2021: começa a Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia”

  • 14 de setembro de 2021

Painel: “Valorização Profissional”, com destaque para a participação da mulher em carreiras técnicas

Se você perdeu, assista ao primeiro dia da Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia” pelo YouTube

Às 16 horas do dia 13 de setembro de 2021, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) deu início às comemorações do Dia do Técnico Industrial, oficializado em 23 de setembro pela Lei nº 11.940/2009, com a Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia”. Num breve discurso de abertura, o presidente Gilberto Takao Sakamoto agradeceu as entidades e empresas parceiras na realização do evento, destacando a missão do CRT-SP de defender a sociedade através da fiscalização do exercício profissional visando à prestação de serviços com qualidade. Anunciou também nominalmente cada um dos palestrantes e, adiantando, agradeceu as secretárias Silvia Grecco e Célia Leão, respectivamente da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que participarão do painel “Inclusão no Mercado de Trabalho” no decorrer do evento.

Para abrir o painel “Valorização Profissional”, o professor Romeo Busarello palestrou sobre “A Importância do Lifelong Learning no Mundo Pós- Pandemia”; e, entre várias frases de impacto, deixou uma em especial para reflexão final: “Quem não pensa o futuro, trabalha o presente, usando ferramentas do passado”.

Diretora administrativa do CRT-SP, Sandra Zamboli Fontana enalteceu seu orgulho de ser técnica e trabalhar pela valorização profissional das mulheres, incentivando-as a optarem pela carreira técnica com as mesmas condições e oportunidades que os homens. Essa é uma das premissas do Grupo de Trabalho de Valorização Profissional da Mulher recentemente instituído no âmbito do CRT-SP, qual fazem parte as conselheiras Monique Fernanda Xavier e Daiana Romanini, que também deixaram seus recados.

Supervisora de avaliação educacional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-SP), Rita de Cassia Oliveira da Silveira apresentou os resultados de uma pesquisa sobre equidade de gênero e o mundo do trabalho, direcionada a alunos de cursos técnicos em apoio às atividades do referido grupo de trabalho. Participaram 5785 estudantes, com algumas respostas um tanto quanto surpreendentes. Um dos indicadores que mais chamaram a atenção, por exemplo, é em relação às oportunidades no mercado de trabalho: enquanto 61% dos homens entendem que há igualdade de condições, 36% das mulheres discordam. O resultado completo pode ser visualizado assistindo à apresentação no YouTube.

Três mulheres, três exemplos – Viviane Ricarda Lima Veiga formou-se Técnica em Edificações por indicação de uma amiga e trabalha na Companhia do Metropolitano de São Paulo (METRÔ). Ao falar sobre “Os Desafios e as Conquistas de uma Profissional Técnica”, ela compartilhou um pouco de sua jornada e conquistas, afirmando se sentir realizada profissionalmente pela relação harmoniosa e bem-sucedida na equipe da manutenção, especialmente por ser a primeira e única mulher a ingressar numa coordenação totalmente masculina.

Criado em 2013 a partir da união de 40 mulheres, atualmente o Grupo Mulheres do Brasil reúne milhares de integrantes, inclusive no exterior, com diferentes classes sociais, cores e credos, mas com um objetivo em comum: estimular a participação feminina na construção de um país melhor para todos os cidadãos. Segundo Suellen Rodrigues, são 120 núcleos nacionais e 39 internacionais, com maior concentração na Europa. Voluntária do comitê de igualdade racial, ela também participou do evento com a palestra “Protagonismo que Transforma”.

Representando a ONU Mulheres, núcleo da Organização das Nações Unidas que desde 2010 trabalha no sentido de unir, fortalecer e ampliar os esforços mundiais em defesa dos direitos humanos das mulheres, Tayna Leite dissertou sobre “Os Princípios de Empoderamento das Mulheres”, fechando algumas reflexões sobre tudo que foi abordado anteriormente, de maneira a corroborar e reforçar a importância do tema em todas as esferas. Um dos assuntos abordados em sua palestra foi a Agenda 2030 da ONU, focada em 17 objetivos do desenvolvimento sustentável para o planeta; o objetivo 5 trata, justamente, trata da igualdade de gênero e empoderamento feminino.

Participações finais do dia – O professor e técnico mayor de obras argentino Luis Omar Amendola falou sobre a atuação e o trabalho da Organização Internacional dos Técnicos (OITEC), que ele secretaria, no que diz respeito à valorização profissional dos técnicos dos países abrangidos. Para constar, a entidade nasceu em 1996, ratificando o protocolo de intenção firmado no ano anterior em Blumenau (SC) por representantes técnicos brasileiros, uruguaios, paraguaios e argentinos, com o propósito de desenvolver ações visando defender, valorizar e fortalecer o desenvolvimento cultural, social, educativo e ético dos técnicos nos países envolvidos.

Um desses representantes técnicos citados é Wilson Wanderlei Vieira, atual presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), que fez uma breve recapitulação da criação do Sistema CFT/CRT pela Lei nº 13.639/2018 e da regulamentação profissional da atividade dos técnicos, com o Decreto nº 90.922/1985 – duas conquistas extremamente significativas e históricas para os profissionais.

Para encerrar as atividades do primeiro o presidente do CRT-SP, Gilberto Takao Sakamoto, voltou para os agradecimentos finais e parabenização a todos os envolvidos no evento.

Se você perdeu ou não conseguiu acompanhar ao vivo, o primeiro dia da Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia” está disponível no canal do CRT-SP no YouTube.

Últimas notícias

Quinta-feira, 16 de setembro de 2021: chega ao fim a Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia”

Painel “Mercado de Trabalho” marca o encerramento do evento, com a participação de representantes de empresas, palestras e anúncio sobre acordo de cooperação do CRT-SP…
Ler mais...

Quarta-feira, 15 de setembro de 2021: “CRT-SP perto de você”

Muitas atividades no penúltimo dia de evento: palestra orientativa para alunos de escolas técnicas, descentralização e fiscalização, webinário com certificado e oportunidades para técnicos em…
Ler mais...

Terça-feira, 14 de setembro de 2021: um dia dedicado à inclusão

Painel: “Inclusão no Mercado de Trabalho”; em destaque palestras de Sílvia Greco e Célia Leão, com projetos de inclusão e desafios da empregabilidade das pessoas…
Ler mais...

Segunda-feira, 13 de setembro de 2021: começa a Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia”

  • 14 de setembro de 2021

Painel: “Valorização Profissional”, com destaque para a participação da mulher em carreiras técnicas

Se você perdeu, assista ao primeiro dia da Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia” pelo YouTube

Às 16 horas do dia 13 de setembro de 2021, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) deu início às comemorações do Dia do Técnico Industrial, oficializado em 23 de setembro pela Lei nº 11.940/2009, com a Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia”. Num breve discurso de abertura, o presidente Gilberto Takao Sakamoto agradeceu as entidades e empresas parceiras na realização do evento, destacando a missão do CRT-SP de defender a sociedade através da fiscalização do exercício profissional visando à prestação de serviços com qualidade. Anunciou também nominalmente cada um dos palestrantes e, adiantando, agradeceu as secretárias Silvia Grecco e Célia Leão, respectivamente da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que participarão do painel “Inclusão no Mercado de Trabalho” no decorrer do evento.

Para abrir o painel “Valorização Profissional”, o professor Romeo Busarello palestrou sobre “A Importância do Lifelong Learning no Mundo Pós- Pandemia”; e, entre várias frases de impacto, deixou uma em especial para reflexão final: “Quem não pensa o futuro, trabalha o presente, usando ferramentas do passado”.

Diretora administrativa do CRT-SP, Sandra Zamboli Fontana enalteceu seu orgulho de ser técnica e trabalhar pela valorização profissional das mulheres, incentivando-as a optarem pela carreira técnica com as mesmas condições e oportunidades que os homens. Essa é uma das premissas do Grupo de Trabalho de Valorização Profissional da Mulher recentemente instituído no âmbito do CRT-SP, qual fazem parte as conselheiras Monique Fernanda Xavier e Daiana Romanini, que também deixaram seus recados.

Supervisora de avaliação educacional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-SP), Rita de Cassia Oliveira da Silveira apresentou os resultados de uma pesquisa sobre equidade de gênero e o mundo do trabalho, direcionada a alunos de cursos técnicos em apoio às atividades do referido grupo de trabalho. Participaram 5785 estudantes, com algumas respostas um tanto quanto surpreendentes. Um dos indicadores que mais chamaram a atenção, por exemplo, é em relação às oportunidades no mercado de trabalho: enquanto 61% dos homens entendem que há igualdade de condições, 36% das mulheres discordam. O resultado completo pode ser visualizado assistindo à apresentação no YouTube.

Três mulheres, três exemplos – Viviane Ricarda Lima Veiga formou-se Técnica em Edificações por indicação de uma amiga e trabalha na Companhia do Metropolitano de São Paulo (METRÔ). Ao falar sobre “Os Desafios e as Conquistas de uma Profissional Técnica”, ela compartilhou um pouco de sua jornada e conquistas, afirmando se sentir realizada profissionalmente pela relação harmoniosa e bem-sucedida na equipe da manutenção, especialmente por ser a primeira e única mulher a ingressar numa coordenação totalmente masculina.

Criado em 2013 a partir da união de 40 mulheres, atualmente o Grupo Mulheres do Brasil reúne milhares de integrantes, inclusive no exterior, com diferentes classes sociais, cores e credos, mas com um objetivo em comum: estimular a participação feminina na construção de um país melhor para todos os cidadãos. Segundo Suellen Rodrigues, são 120 núcleos nacionais e 39 internacionais, com maior concentração na Europa. Voluntária do comitê de igualdade racial, ela também participou do evento com a palestra “Protagonismo que Transforma”.

Representando a ONU Mulheres, núcleo da Organização das Nações Unidas que desde 2010 trabalha no sentido de unir, fortalecer e ampliar os esforços mundiais em defesa dos direitos humanos das mulheres, Tayna Leite dissertou sobre “Os Princípios de Empoderamento das Mulheres”, fechando algumas reflexões sobre tudo que foi abordado anteriormente, de maneira a corroborar e reforçar a importância do tema em todas as esferas. Um dos assuntos abordados em sua palestra foi a Agenda 2030 da ONU, focada em 17 objetivos do desenvolvimento sustentável para o planeta; o objetivo 5 trata, justamente, trata da igualdade de gênero e empoderamento feminino.

Participações finais do dia – O professor e técnico mayor de obras argentino Luis Omar Amendola falou sobre a atuação e o trabalho da Organização Internacional dos Técnicos (OITEC), que ele secretaria, no que diz respeito à valorização profissional dos técnicos dos países abrangidos. Para constar, a entidade nasceu em 1996, ratificando o protocolo de intenção firmado no ano anterior em Blumenau (SC) por representantes técnicos brasileiros, uruguaios, paraguaios e argentinos, com o propósito de desenvolver ações visando defender, valorizar e fortalecer o desenvolvimento cultural, social, educativo e ético dos técnicos nos países envolvidos.

Um desses representantes técnicos citados é Wilson Wanderlei Vieira, atual presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), que fez uma breve recapitulação da criação do Sistema CFT/CRT pela Lei nº 13.639/2018 e da regulamentação profissional da atividade dos técnicos, com o Decreto nº 90.922/1985 – duas conquistas extremamente significativas e históricas para os profissionais.

Para encerrar as atividades do primeiro o presidente do CRT-SP, Gilberto Takao Sakamoto, voltou para os agradecimentos finais e parabenização a todos os envolvidos no evento.

Se você perdeu ou não conseguiu acompanhar ao vivo, o primeiro dia da Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia” está disponível no canal do CRT-SP no YouTube.

Últimas notícias

Quinta-feira, 16 de setembro de 2021: chega ao fim a Semana do Técnico Industrial: “O Mundo Pós-Pandemia”

Painel “Mercado de Trabalho” marca o encerramento do evento, com a participação de representantes de empresas, palestras e anúncio sobre acordo de cooperação do CRT-SP…
Ler mais...

Quarta-feira, 15 de setembro de 2021: “CRT-SP perto de você”

Muitas atividades no penúltimo dia de evento: palestra orientativa para alunos de escolas técnicas, descentralização e fiscalização, webinário com certificado e oportunidades para técnicos em…
Ler mais...

Terça-feira, 14 de setembro de 2021: um dia dedicado à inclusão

Painel: “Inclusão no Mercado de Trabalho”; em destaque palestras de Sílvia Greco e Célia Leão, com projetos de inclusão e desafios da empregabilidade das pessoas…
Ler mais...