Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

Jornal Nacional: oferta maior de ensino médio técnico tornaria o Brasil mais produtivo

  • 12 de julho de 2023

De acordo com a reportagem, quem tem formação técnica tende a ganhar até 32% a mais em comparação aos que fizerem o ensino médio tradicional

Assista à reportagem exibida pelo Jornal Nacional no dia 11 de julho de 2023

Assista à reportagem exibida pelo Jornal Nacional no dia 11 de julho de 2023

A edição do dia 11 de julho de 2023 do Jornal Nacional, principal telejornal do país, apresentou uma reportagem muito otimista para o futuro do Brasil e que pode incentivar muitos jovens a optarem pelo ensino técnico; comprovadamente, o caminho mais curto para o mercado de trabalho. “Um estudo concluiu que uma oferta de ensino médio técnico tornaria o país mais produtivo”, anuncia a apresentadora Ana Paula Araújo.

O vídeo traz o exemplo de duas alunas, que avaliam o aprendizado técnico como uma maneira de expandir os limites da escola; e para a sociedade, “aumentar esse tipo de ensino é fazer o país crescer”. “Um dos objetivos da educação profissional – entenda-se, ensino técnico – é prover para o jovem um ganho de habilidade que vai ser traduzido em habilidades no mercado de trabalho. Isso leva a uma economia e pessoas com uma produtividade maior; e o país, consequentemente, cresce a uma taxa mais alta ao longo do tempo”, atesta Vitor Fancio, economista e pesquisador do Instituto de Ensino e Pesquisa (INSPER).

O estudo revela vários dados importantes: se o Brasil triplicasse a oferta de ensino médio técnico, o Produto Interno Bruto (PIB)aumentaria em torno de 2,32% e a desigualdade social diminuiria; e quem tem formação técnica tende a ganhar até 32% a mais em comparação aos que fizerem o ensino médio tradicional, e com menos risco de ficarem desempregados.

Para assistir à reportagem, clique aqui.

Texto: JD Morbidelli

Últimas notícias

7ª Conferência Municipal da Cidade em Americana

CRT-SP designa dois representantes para participarem da composição da Comissão Organizadora da 7ª Conferência Municipal da Cidade (mais…)
Ler mais...

Oportunidades sem fronteiras

CRT-SP recebe delegação do Ministério das Relações Internacionais e da Francofonia do Québec; objetivo é consolidar a parceria que visa recrutar técnicos brasileiros para trabalhar…
Ler mais...

Café com Síndico em São José do Rio Preto

CRT-SP registra presença no Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”, em São José do Rio Preto (mais…)
Ler mais...

Jornal Nacional: oferta maior de ensino médio técnico tornaria o Brasil mais produtivo

  • 12 de julho de 2023

De acordo com a reportagem, quem tem formação técnica tende a ganhar até 32% a mais em comparação aos que fizerem o ensino médio tradicional

Assista à reportagem exibida pelo Jornal Nacional no dia 11 de julho de 2023

Assista à reportagem exibida pelo Jornal Nacional no dia 11 de julho de 2023

A edição do dia 11 de julho de 2023 do Jornal Nacional, principal telejornal do país, apresentou uma reportagem muito otimista para o futuro do Brasil e que pode incentivar muitos jovens a optarem pelo ensino técnico; comprovadamente, o caminho mais curto para o mercado de trabalho. “Um estudo concluiu que uma oferta de ensino médio técnico tornaria o país mais produtivo”, anuncia a apresentadora Ana Paula Araújo.

O vídeo traz o exemplo de duas alunas, que avaliam o aprendizado técnico como uma maneira de expandir os limites da escola; e para a sociedade, “aumentar esse tipo de ensino é fazer o país crescer”. “Um dos objetivos da educação profissional – entenda-se, ensino técnico – é prover para o jovem um ganho de habilidade que vai ser traduzido em habilidades no mercado de trabalho. Isso leva a uma economia e pessoas com uma produtividade maior; e o país, consequentemente, cresce a uma taxa mais alta ao longo do tempo”, atesta Vitor Fancio, economista e pesquisador do Instituto de Ensino e Pesquisa (INSPER).

O estudo revela vários dados importantes: se o Brasil triplicasse a oferta de ensino médio técnico, o Produto Interno Bruto (PIB)aumentaria em torno de 2,32% e a desigualdade social diminuiria; e quem tem formação técnica tende a ganhar até 32% a mais em comparação aos que fizerem o ensino médio tradicional, e com menos risco de ficarem desempregados.

Para assistir à reportagem, clique aqui.

Texto: JD Morbidelli

Últimas notícias

7ª Conferência Municipal da Cidade em Americana

CRT-SP designa dois representantes para participarem da composição da Comissão Organizadora da 7ª Conferência Municipal da Cidade (mais…)
Ler mais...

Oportunidades sem fronteiras

CRT-SP recebe delegação do Ministério das Relações Internacionais e da Francofonia do Québec; objetivo é consolidar a parceria que visa recrutar técnicos brasileiros para trabalhar…
Ler mais...

Café com Síndico em São José do Rio Preto

CRT-SP registra presença no Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”, em São José do Rio Preto (mais…)
Ler mais...