Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

Investimento em tecnologia: transparência e prestação de contas

  • 20 de janeiro de 2022

Com investimento em tecnologia, Sistema CFT/CRT busca ampliar mecanismos de transparência para facilitar a prestação de contas ao TCU; cuidado, também, com o tratamento de dados pessoais

Bernardino José Gomes: diretor de fiscalização e normas do CFT

De acordo com Bernardino José Gomes, diretor de fiscalização e normas do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), com investimentos em tecnologia o Sistema de Informação dos Conselhos dos Técnicos Industriais (SINCETI) já está adaptado para melhor atender às exigências do Tribunal de Contas da União (TCU). Foram disponibilizadas novas ferramentas que ampliam a transparência e fortalecem os mecanismos de prestação de contas à sociedade; e, entre as inovações, destaque para a emissão de relatórios de gestão.

O TCU também avalia a adequação das entidades da administração pública à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) – Lei nº 13.709/2018, alterada pela Lei nº 13.853/2019 –, que dispõe sobre o tratamento de dados pessoais com o intuito de proteger os direitos fundamentais de liberdade e privacidade. Para Bernardino José Gomes, o tratamento de dados também cumpre as recomendações e fortalece o controle social sobre a autarquia federal, que representa mais de 650 mil profissionais técnicos. Em breve será concluída a migração do Sistema Gestor de Demandas (SGD) – que visa dinamizar o atendimento e a comunicação no Sistema CFT/CRT – para servidores físicos do CFT; migração essa, segundo o próprio diretor de fiscalização e normas, necessária para ampliar a segurança das informações antes da implantação do Sistema de Dados dos Técnicos Industriais (SDTI).

Para constar, somente em 2021 o Sistema CFT/CRT realizou mais de 22 mil ações de fiscalização, especialmente de caráter orientativo e preventivo. “A fiscalização deve ser sempre educativa e não apenas punitiva, como a maioria das pessoas tem no imaginário”, reforça.

Últimas notícias

Tecnologia do IBGE para os Técnicos em Agrimensura em atividades que utilizam sistemas de navegação por satélite

Aplicativo ProGriD, nova edição do Mapa Político do Brasil e Malha Setorial Intermediária (mais…)
Ler mais...

Apresentação institucional e palestra online do CRT-SP no IFSP de Campinas

Presidente e diretor de departamento técnico do CRT-SP participam de live do IFSP de Campinas, instituição premiada com projeto técnico na 37ª MOSTRATEC (mais…)
Ler mais...

14º SMART GRID FÓRUM

CRT-SP apoia institucionalmente importante e tradicional evento voltado ao setor elétrico, com tema central focado em energias renováveis (mais…)
Ler mais...

Investimento em tecnologia: transparência e prestação de contas

  • 20 de janeiro de 2022

Com investimento em tecnologia, Sistema CFT/CRT busca ampliar mecanismos de transparência para facilitar a prestação de contas ao TCU; cuidado, também, com o tratamento de dados pessoais

Bernardino José Gomes: diretor de fiscalização e normas do CFT

De acordo com Bernardino José Gomes, diretor de fiscalização e normas do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), com investimentos em tecnologia o Sistema de Informação dos Conselhos dos Técnicos Industriais (SINCETI) já está adaptado para melhor atender às exigências do Tribunal de Contas da União (TCU). Foram disponibilizadas novas ferramentas que ampliam a transparência e fortalecem os mecanismos de prestação de contas à sociedade; e, entre as inovações, destaque para a emissão de relatórios de gestão.

O TCU também avalia a adequação das entidades da administração pública à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) – Lei nº 13.709/2018, alterada pela Lei nº 13.853/2019 –, que dispõe sobre o tratamento de dados pessoais com o intuito de proteger os direitos fundamentais de liberdade e privacidade. Para Bernardino José Gomes, o tratamento de dados também cumpre as recomendações e fortalece o controle social sobre a autarquia federal, que representa mais de 650 mil profissionais técnicos. Em breve será concluída a migração do Sistema Gestor de Demandas (SGD) – que visa dinamizar o atendimento e a comunicação no Sistema CFT/CRT – para servidores físicos do CFT; migração essa, segundo o próprio diretor de fiscalização e normas, necessária para ampliar a segurança das informações antes da implantação do Sistema de Dados dos Técnicos Industriais (SDTI).

Para constar, somente em 2021 o Sistema CFT/CRT realizou mais de 22 mil ações de fiscalização, especialmente de caráter orientativo e preventivo. “A fiscalização deve ser sempre educativa e não apenas punitiva, como a maioria das pessoas tem no imaginário”, reforça.

Últimas notícias

Tecnologia do IBGE para os Técnicos em Agrimensura em atividades que utilizam sistemas de navegação por satélite

Aplicativo ProGriD, nova edição do Mapa Político do Brasil e Malha Setorial Intermediária (mais…)
Ler mais...

Apresentação institucional e palestra online do CRT-SP no IFSP de Campinas

Presidente e diretor de departamento técnico do CRT-SP participam de live do IFSP de Campinas, instituição premiada com projeto técnico na 37ª MOSTRATEC (mais…)
Ler mais...

14º SMART GRID FÓRUM

CRT-SP apoia institucionalmente importante e tradicional evento voltado ao setor elétrico, com tema central focado em energias renováveis (mais…)
Ler mais...