Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

Diretoria do CRT-SP recebe o empresário e empreendedor Felício Ramuth

  • 11 de agosto de 2022

Em reunião, presidente Gilberto Takao Sakamoto destaca a importância dos técnicos para a sociedade e a responsabilidade do governo em prover qualidade ao ensino

Felício Ramuth na sede do CRT-SP: “Uma vez técnico, sempre técnico”

Aproximar-se das empresas com efetivo técnico e dos profissionais que exercem atividades técnicas, orientando-os sobre a importância do registro para o exercício legal da profissão, é um dos compromissos do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), sempre com o objetivo de prover mais segurança à sociedade por meio de uma fiscalização orientativa no que tange à execução de serviços com responsabilidade.

Foi com esse foco que o presidente Gilberto Takao Sakamoto, acompanhado da diretoria executiva, recebeu o empresário Felício Ramuth para uma reunião realizada no dia 11 de agosto de 2022, intermediada pelo assessor de relações institucionais Edson Rabello. Inicialmente o visitante explanou sobre sua trajetória na vida pública: Felício Ramuth reside em São José dos Campos, uma das cidades mais desenvolvidas do país – especialmente nos ramos técnico e tecnológico –, tornando-se empreendedor, ainda jovem. Formado em administração com MBA em gestão pública, foi secretário de transportes e assessor de planejamento de comunicação antes de eleger-se prefeito em 2016 com reeleição em 2020, renunciando ao cargo para assumir outros compromissos políticos. “Nosso objetivo é a inovação; fazer política de gestão de um jeito diferente, fora do espectro político convencional”, expõe. “É como um empreendedorismo na política”, brinca.

Gilberto Takao Sakamoto relatou sobre a saída dos técnicos do Sistema CONFEA/CREA após a sanção da Lei nº 13.639/2018; as dificuldades iniciais para se estabelecer uma estrutura completa e adequada para atender os profissionais; o aumento, a cada mês, do número de registros, que legitimam o exercício da profissão – atualmente, são cerca de 125 mil –; e a premissa do conselho de trabalhar pela valorização dos profissionais e defesa da sociedade. Segundo o presidente, é imprescindível um trabalho voltado ao incremento do ensino técnico no país. “O governo tem a responsabilidade de prover qualidade ao ensino técnico, com equipamentos, oficinas e atividades práticas”, destaca, ressaltando que o CRT-SP tem feito sua parte com palestras orientativas nas escolas técnicas direcionadas, principalmente, para alunos prestes a se formarem e inserirem no mercado de trabalho. “Uma pergunta que sempre ouvimos é: ‘eu me formei, e agora?’. Nosso trabalho é esclarecer, orientar e divulgar as oportunidades”, acrescenta. Fato é que os técnicos, com atribuições específicas norteadas por resoluções baixadas pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) têm amplas oportunidades de trabalho e ascensão profissional em praticamente todos os setores da economia, sejam como efetivos em empresas ou órgãos públicos, ou prestadores de serviços para a sociedade em geral.

Com a garantia de que estimular e investir no ensino técnico está em seus planos, Felício Ramuth agradeceu a receptividade dos diretores, ressaltando que “todos somos interdependentes; ou seja, dependemos sempre uns dos outros”. E para finalizar uma frase bastante motivadora, sobretudo para os técnicos: “Uma vez técnico, sempre técnico”.

Últimas notícias

Utilidade Pública: Eleições 2022

Lembre-se de que o voto é a mais importante ferramenta de transformação social                        …
Ler mais...

CRT-SP participa da Semana do Técnico Industrial do Sistema CFT/CRT

Principal evento do calendário técnico tem palestra de abertura com Gabriel Chalita, apresentação de projetos inovadores de sucesso e homenagens emocionantes a profissionais técnicos de…
Ler mais...

Ensino técnico garante emprego em Sumaré

Com agência de emprego própria, unidade do Grau Técnico de Sumaré abre portas do mercado de trabalho aos alunos Leia a…
Ler mais...

Diretoria do CRT-SP recebe o empresário e empreendedor Felício Ramuth

  • 11 de agosto de 2022

Em reunião, presidente Gilberto Takao Sakamoto destaca a importância dos técnicos para a sociedade e a responsabilidade do governo em prover qualidade ao ensino

Felício Ramuth na sede do CRT-SP: “Uma vez técnico, sempre técnico”

Aproximar-se das empresas com efetivo técnico e dos profissionais que exercem atividades técnicas, orientando-os sobre a importância do registro para o exercício legal da profissão, é um dos compromissos do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), sempre com o objetivo de prover mais segurança à sociedade por meio de uma fiscalização orientativa no que tange à execução de serviços com responsabilidade.

Foi com esse foco que o presidente Gilberto Takao Sakamoto, acompanhado da diretoria executiva, recebeu o empresário Felício Ramuth para uma reunião realizada no dia 11 de agosto de 2022, intermediada pelo assessor de relações institucionais Edson Rabello. Inicialmente o visitante explanou sobre sua trajetória na vida pública: Felício Ramuth reside em São José dos Campos, uma das cidades mais desenvolvidas do país – especialmente nos ramos técnico e tecnológico –, tornando-se empreendedor, ainda jovem. Formado em administração com MBA em gestão pública, foi secretário de transportes e assessor de planejamento de comunicação antes de eleger-se prefeito em 2016 com reeleição em 2020, renunciando ao cargo para assumir outros compromissos políticos. “Nosso objetivo é a inovação; fazer política de gestão de um jeito diferente, fora do espectro político convencional”, expõe. “É como um empreendedorismo na política”, brinca.

Gilberto Takao Sakamoto relatou sobre a saída dos técnicos do Sistema CONFEA/CREA após a sanção da Lei nº 13.639/2018; as dificuldades iniciais para se estabelecer uma estrutura completa e adequada para atender os profissionais; o aumento, a cada mês, do número de registros, que legitimam o exercício da profissão – atualmente, são cerca de 125 mil –; e a premissa do conselho de trabalhar pela valorização dos profissionais e defesa da sociedade. Segundo o presidente, é imprescindível um trabalho voltado ao incremento do ensino técnico no país. “O governo tem a responsabilidade de prover qualidade ao ensino técnico, com equipamentos, oficinas e atividades práticas”, destaca, ressaltando que o CRT-SP tem feito sua parte com palestras orientativas nas escolas técnicas direcionadas, principalmente, para alunos prestes a se formarem e inserirem no mercado de trabalho. “Uma pergunta que sempre ouvimos é: ‘eu me formei, e agora?’. Nosso trabalho é esclarecer, orientar e divulgar as oportunidades”, acrescenta. Fato é que os técnicos, com atribuições específicas norteadas por resoluções baixadas pelo Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT) têm amplas oportunidades de trabalho e ascensão profissional em praticamente todos os setores da economia, sejam como efetivos em empresas ou órgãos públicos, ou prestadores de serviços para a sociedade em geral.

Com a garantia de que estimular e investir no ensino técnico está em seus planos, Felício Ramuth agradeceu a receptividade dos diretores, ressaltando que “todos somos interdependentes; ou seja, dependemos sempre uns dos outros”. E para finalizar uma frase bastante motivadora, sobretudo para os técnicos: “Uma vez técnico, sempre técnico”.

Últimas notícias

Utilidade Pública: Eleições 2022

Lembre-se de que o voto é a mais importante ferramenta de transformação social                        …
Ler mais...

CRT-SP participa da Semana do Técnico Industrial do Sistema CFT/CRT

Principal evento do calendário técnico tem palestra de abertura com Gabriel Chalita, apresentação de projetos inovadores de sucesso e homenagens emocionantes a profissionais técnicos de…
Ler mais...

Ensino técnico garante emprego em Sumaré

Com agência de emprego própria, unidade do Grau Técnico de Sumaré abre portas do mercado de trabalho aos alunos Leia a…
Ler mais...